Categories

Balhypsj

“É esta a viagem do dia de anteontem, que recordo junto a minha janela, mas, já sem o relógio de pulso.”

Manejo a cor como a forma do teu olhar…isto é, quando vês.
Transfiguro o teu pensar, para que não seja possível personificar a mente de quem não tem mais sabor.
Foi nesse fogo que te perdeste, inspiração lúcida para tal fim,
destino imposto pelo comodismo da aceitação de que os dias não se podem coser.

Share